Notícias

13.06.2022

Dia Mundial do Meio Ambiente - Pequenas atitudes mudam o mundo

Mais do que nunca, preservar e defender o meio ambiente tornou-se uma ação fundamental para ter um futuro onde se possa viver com qualidade de vida junto com o crescimento sustentável do planeta.

O dia mundial do meio ambiente foi criado em 1972 pela Organização das Nações Unidas (ONU), na Conferência de Estocolmo, onde foi estabelecido os princípios para orientar a política ambiental em todo o planeta. A data é comemorada no dia 05 de junho.

Na cooperativa, a preocupação com o meio ambiente é constante e já faz parte da vivência da empresa através de protocolos e procedimentos normalizados para trabalhar em harmonia com o meio ambiente. Nas propriedades, nossos cooperados procuram administrar com muito cuidado em relação ao meio ambiente, através de medidas simples, mas importantes no manejo das atividades.

Comemorando o Dia Mundial do Meio Ambiente, foi realizado no salão da cooperativa, no dia 02 de junho, o lançamento do livro Cultura da Natureza – RPPNS (Reserva Particular do Patrimônio Natural) do Espírito Santo da Editora Bela Vista Cultural em parceria com a Associação Capixaba do Patrimônio Natural (ACPN), Grupo Águia Branca e Decolores Mármores e Granitos, que conta um pouco a história dos trabalhos realizados de 35 reservas naturais do ES, em prol da preservação do meio ambiente.

A cooperativa está em fase de criação de sua RPPN de 24 hectares no novo complexo industrial, que será de importância para estudos, visitas de colégios e educação ambiental, dando à cooperativa condição de se inserir nesse projeto importante para conservação da natureza e do meio ambiente.

Segundo o ambientalista João Luiz Madureira, gestor da RPPN, Mata da Serra, é um livro que vai além da preservação ambiental, ele trata das reservas particulares e leva as escolas para uma nova geração, toda a riqueza ambiental que tem no estado. “É um material muito rico”, disse.

“Hoje, a publicação de um livro como esse no qual as reservas particulares do patrimônio natural do estado do Espírito Santo são reconhecidas e nos ajudam a promover a educação ambiental e sensibilizar as outras pessoas e que possam incorporar essas estratégias nas suas propriedades”, destacou Wagner Eduardo Vasconcellos, promotor de justiça do Meio Ambiente de Cachoeiro de Itapemirim e coordenador das unidades de conservação do Espírito Santo.

Representando a Selita, a colaborada Joenir Bahiense, analista ambiental, disse que a importância desse livro está em documentar todas as ações que estão sendo realizadas no estado para a preservação do meio ambiente. “Temos que nos unir, governo, empresas e a sociedade em geral, para fazermos alguma coisa às próximas gerações”.

Participaram do evento, ambientalistas, educadores e autoridades. Representando a Selita, também estiveram no lançamento o conselheiro fiscal da cooperativa, Claudio Mamede de Moraes e o chefe de assistência ao cooperado Alan Diones Bernardo.

Fique Informado!

Para ficar por dentro das notícias e novidades, cadastre seu e-mail e receba nossa Newsletter.